Própolis

14909941_1508245749189100_7742394894979349095_nHoje, no Simples&Natural, tudo sobre Própolis, fornecida por nossa nutricionista, Dra. Ana Carolina Magalhães do Nascimento, CRN nº 39552.

PRÓPOLIS

Doutora, o que é Própolis?

Própolis é uma mistura de pólen, resinas vegetais (coletadas pelas abelhas por meio de suas enzimas salivares) e cera. É composto por resinas e bálsamos aromáticos, ceras, óleos essenciais, grãos de pólen, minerais como alumínio, cálcio, estrôncio, ferro, magnésio, silício, titânio, bromo e zinco, vitaminas como pró vitamina A, complexo B,B1, B2, B6, C e E e flavonoides ésteres cafeinados. Sua função original é vedar a entrada e frestas da colmeia, impedindo a entrada de insetos, bactérias e fungos.

Doutora, há diversas composições de Própolis?

Sim, existem diversas composições de própolis devido à diversidade da flora e espécies de abelhas no Brasil e a época de coleta. Sua variação é relacionada à sua composição química, propriedades biológicas, cor e odor.

Doutora, quais os benefícios da ingestão da Própolis?

Devido a essas propriedades, atua como antibacteriana(impedindo a multiplicação das bactérias nocivas), antiviral (diminuindo a replicação do vírus da gripe e herpes) e antifúngica e anti-inflamatória (impedindo a formação de enzimas que causam as inflamações e dores).Estimula também a imunidade celular e incentiva a atividade de destruição de corpos estranhos, tem ação antioxidante (conseguindo eliminar radicais livres do nosso corpo), cicatrizante e imunomodulador (aumentando a produção de células de defesa do corpo e anticorpos específicos), além de ação cardiovascular (pois tem ação redutora na pressão arterial), produzindo um efeito calmante.

Doutora, como consumimos a Própolis?

A própolis pode ser utilizada internamente, como complemento alimentar (em adultos, de 10 a 20 gotas diluídas em meio copo de água ou sucos,de 2 a 3 vezes ao dia e em crianças,de 5 a 10 gotas, de 2 a 3 vezes ao dia). Também pode ser usada externamente, em forma de pomadas, em cortes e ferimentos, bem como picadas de insetos, acne, micose, urticárias e herpes.
Conclusão: a ingestão da própolis ajuda o organismo a se defender de doenças como gripes, resfriados, faringites, laringites, gengivites, inflamações do útero, úlceras gástricas, duodenais e varicosas, prisão de ventre e algumas do fígado e rins. Auxilia também no tratamento de feridas de difícil cicatrização (especialmente em diabéticos), dores de dentes, infecções intestinais, estomatites, colite e enterite.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.